Obrigada!

Há quem diga que existe idade certa pra amar

Então me acorde de manhã

quando a luz cristalina descansar


Girei trinta e uma voltas ao redor do sol 

- apressada. Confesso - 

até te encontrar

Há quem diga que tudo tem seu tempo 

não adianta reclamar


Talvez fomos feitos desse jeito, pra encaixar

Talvez todas as peças foram intencionalmente diferentes

em quantidade, momento e lugar

Aprendemos com nossos erros

Se estávamos certos ou errados

quem poderia diferenciar? 

Há amores que existem para curar


Você e eu

encontramos um lugar seguro para estar

Eu fiz o meu melhor com o pouco que sabia

E mesmo cheio de falhas

Você me ensinou a me amar


Nesse mês faço aniversário de nós dois

Aniversário de mim mesma sem você

Tenho motivos para comemorar


Te amei, te quis e te escrevi 

Tanto que  já não tenho mais amor, palavras ou querer

Me repito

quase que incansavelmente

por não poder dizer mais do que já te disse em todas as noites que sonhei com você


Entre dias que se perdem em horas que já nem sei mais

me vem o pensamento de você

Mas as tuas lembranças... 

essas já não aceito mais. 

Então eu espero não sentir falta disso

pra não sentir a falta de como me sentia com você


Não penso mais em te amar 

Precisei me despedir de você com amor

Devoto a ti minha gratidão

obrigada


Deixo aqui palavras que não são minhas 

Escritas e cantadas por Noah Gundersen

que parece me entender melhor que qualquer companhia


“Uma vez que você me teve, você não me tem mais”




Comentários

  1. Eu amo a profundidade e o mergulho que você dá nos sentimentos quando é para traduzir o que está dentro de você.

    O poema se chama "Obrigada", mas somos nós que agradecemos a oportunidade de te ler!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaahhhhh que comentário lindo! Tô sem palavras.

      Um beijo,
      Leidiane Holmedal | leidianesbueno@gmail.com
      Watermelon Curly

      Excluir
  2. A cada novo texto que leio seu fico encantada como a forma que você transforma sentimentos, memórias em as palavras. Sua forma de escrever é de uma sensibilidade ímpar, parabéns!


    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei emocionada com teu comentário.

      Ha det bra!
      Leidiane Holmedal | leidianesbueno@gmail.com
      Watermelon Curly

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Setembro - mês da consciência da dor

Maria

A Astrologa