Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2020

O que você quer ser quando crescer?

Imagem
Quando eu tinha 5 anos queria ser astronauta. Eu sei, isso não é tão original. Mas eu queria ser astronauta e viajar para Plutão. Tinha por hábito observar as estrelas durante a noite e brincar de encontrar formas nas nuvens durante o dia. Eu poderia viver uma vida inteira ali, deitada na grama, braços cruzados sob a cabeça, olhos atentos àquela imensidão, tentando descobrir o que havia por trás de todo aquele azul.    Não fale com estranhos. Minha mãe costumava dizer.  Alguém diz meu nome, me pergunta se eu quero ir a um lugar legal. Todas as crianças querem ir a um lugar legal. Afinal, eu não estava falando com estranhos.    Eu consigo me lembrar do cheiro, da sensação na pele, do ar tocando o meu rosto enquanto as palavras saíam quentes. Vejo meus próprios olhos como espectadora de mim mesma. Aquele lugar não era legal, mas eu estive lá algumas vezes. Sem conhecimento para entender, me calei. Eu tinha um segredo, mas eu não tinha mais uma parte de mim mesma.    O que você quer ser q

Desenhando a Linha - Capítulo 7

Imagem
Ligo para Bjørn assim que acordo, mas a ligação vai direto para a caixa de mensagem. Deixo um recado pedindo para que ele retorne assim que tiver um tempo livre e me arrasto para fora da cama. Aproveito a manhã tranqüila para revisar alguns processos e fingir que não percebo o interesse de Yaya sobre o que aconteceu ontem à noite, porém, ainda não estou preparada para falar sobre isso. Checo o celular novamente, zero mensagens de Bjørn.  Caminho até a cozinha do escritório e tomo mais uma xícara de café. Me pego tamborilando nervosamente os dedos ao redor da xícara. “Por que estou fazendo isso?” questiono a mim mesma. Estou um pouco ansiosa. Posso sentir a pressão em meu estômago. Caminho de volta para minha sala decidida a concentrar a minha mente no trabalho. Abro o Spotify e escolho a musica 50 ways to leave your love de Paul Simon porque é uma daquelas canções leves que fazem você ficar animado, mesmo quando não quer.   “Quer almoçar comigo ou já tem algum plano?”, pergunta a cabeç

Salvo Pela Metade

Imagem
Você está nu, seu corpo parece exatamente como me lembro,  como um felino se movendo ao redor da presa.  Na posição exata da nossa primeira vez.  Você se esguia sorrateiramente  como conversas de travesseiro,  meu coração perde o ritmo, ou talvez seja só a minha respiração.  Espero você fechar os olhos, mas você está se movendo sem se mover. Nada está calmo, nada está certo,  nada está claro, nada faz sentido.  Eu ainda quero, ainda espero. Eu te observo quando você não pode ver.  Dedos segurando o cigarro,  o jeito como seus lábios seguram a fumaça,  o meu ar. Seus lábios... Oh, seus lábios.  Eu te devoro,  morreria na ponta da tua língua para tocá-los vezes infinitas.  Você os umedece,  minha boca fica seca.  Você toca um lábio no outro,  eu estou molhada.  Sao os seus lábios e o jeito que você sorri, meu ponto fraco.  Abro meus olhos,  você está de olhos fechados.  O rosto levemente virado para a esquerda, perfil ainda visível.  Posso ver seus lábios,  o coração que é a chave para c

Amigo Imaginário

Imagem
Tive pesadelos, daqueles que me atormentam durante todo o dia. Aqueles costumeiros pesadelos que você sabe tão bem. No sonho, um homem armado tentou me estuprar. Não era um desconhecido, mas não sei dizer quem era. Ele estava aqui no apartamento, era um amigo íntimo. Ele tinha as chaves e não bateu à porta para entrar. Estava bêbado e com um revólver preto na mão.  Ele me olhava estranho, olhar de animal que observa a presa. Como se desperto do transe, sem dizer palavras, caminhou em direção a sala à procura dos discos de vinil. Enquanto ele procurava a canção certa em meio a tantas opções, simplesmente deixei pra lá, tirei minhas roupas e fui para o banho.  Sorrateiro, ele se aproxima, bloqueando a porta. Ele diz alguma coisa que não consigo ouvir, meu olhos e minha atenção estão focados na arma que se move em todas as direções com os gestos que ele faz com a mão. Então ele diz “estarei na sala, esperando você terminar.” Apressada, tranco a porta. Ele retorna, exige que a porta seja d

Nada Está Perdido

Imagem
Não durmo bem há alguns dias.  Honestamente, nunca dormi bem, mas há momentos de altos e baixos. Estou inquieta, muitos pensamentos rondando, muitos sentimentos aflorando. O último mês tem sido intenso e, às vezes, sinto que só as músicas de Noah Gundersen e a minha playlist de músicas para sentir não tem sido o suficiente pra deixar minhas emoções fluírem. Tô transbordando sentimentos, angustias, palavras, medos, saudades, alegrias. Tudo se mistura e ferve dentro de mim. S ã o tempos estranhos. Por vezes me sinto vazia e confusa, mesmo tendo tanto e meu lugar seguro no mundo.  Meu aniversário está chegando, e com ele meu tempo de reflexão é mais intenso. Avalio o que quero levar comigo e o que quero deixar para trás no meu (re)nascer. É tempo para mais emoção  e empatia, menos argumentos racionais. É tempo para explorar mais a fundo o meu mundo interior. Isso tem sido uma constante em minhas noites. O último mês me cercou de pessoas novas, também me trouxe de volta pessoas e sentimen